Esoterismo, Lendas, Mitos, Parapsicologia, Auto-Ajuda. kiber-sitherc@sapo.pt

22
Out 10

 

            A povoação de Coruche, de que não se conhece a origem com segurança, existe desde época muito remota, havendo achados vários que atestam a presença humana desde o Paleolítico. Situada junto a uma encosta na margem direita do Rio Sorraia, possuía no alto do monte uma fortaleza, construída pelos Romanos, que os árabes arrasaram no ano de 1180, nunca mais se reedificando e dela restando apenas vestígios.

 

            Conquistada aos Mouros por D. Afonso Henriques em 1166, foi 10 anos depois doada pelo mesmo rei à Ordem de Avis. E em 1180 os mouros numa investida traiçoeira para conquistarem as terras em poder dos cristãos, arrasaram-lhe a fortaleza e com ela a Vila onde não sobrou pedra sobre pedra. Dois anos mais tarde D. Afonso Henriques, já Rei de Portugal, reconquistou-a, mandou-a reedificar e povoar, concedendo-lhe fartos privilégios. Além do foral que lhe foi doado a 26 de Maio de 1182 por D. Afonso Henriques, sete anos mais tarde D. Sancho I confirmou-o em absoluto.

 

            Foram-lhe outorgados mais dois novos forais: um que lhe foi conferido por D. Afonso II em Santarém a 29 de Janeiro de 1218 e no qual eram ampliados os privilégios de que gozava à mercê dos dois forais anteriores e o outro doado por D. Manuel I em 28 de Março de 1513 em que esses privilégios ainda sofreram maior amplitude.

            Os descendentes de D. Afonso de Noronha eram os alcaides-mores e comendadores da vila.

 

            Com início no século XVI, estas festas realizavam-se inicialmente a 2 de Julho, mas por carta régia de D. Manuel foram transferidas para o dia 15 de Agosto. As festas populares de Coruche, tal como hoje se apresentam, remontam há cerca de 40 anos, quando deixaram de ser uma festa exclusivamente religiosa para integrar uma parte profana, na qual se englobam as representações comerciais e industriais, touradas, espectáculos musicais, exposições, provas desportivas e o tradicional Cortejo Etnográfico e do Trabalho, que se realiza no dia 17.

 

PROF. KIBER SITHERC

 

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 22:33


contador
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


contador
pesquisar
 
mais sobre mim
blogs SAPO