Esoterismo, Lendas, Mitos, Parapsicologia, Auto-Ajuda. kiber-sitherc@sapo.pt

09
Dez 10

 

            A culinária indiana é a mais aromática de todas as cozinhas. Os temperos e especiarias têm importância fundamental, pois servem de denominador comum das várias regiões da Índia, além das características terapêuticas (ajudando na digestão e agindo como estimulante do apetite) e do sabor inconfundível.

 

            A comida para a maioria dos indianos é considerada um presente dos deuses e, portanto tratada com muito cuidado. A Índia é uma civilização antiga, uma terra de tradições, a comida é um reflexo da herança cultural, religiosa e da localização geográfica.

 

            De região para região, a cozinha indiana varia, nas diferenças de gosto, na maneira de preparo, nos ingredientes e suas combinações. As receitas sempre foram transmitidas verbalmente e passam de geração para geração sendo memorizadas e raramente escritas.

 

            Muitas receitas nunca foram divulgadas, esse é um dos motivos porque a cozinha indiana não é tão conhecida como a francesa, italiana, ou chinesa.

 

            Outra tradição indiana é o não uso de talheres, pois dizem que muda o gosto da comida.

            Na Índia come-se de tudo com a mão direita, desde os alimentos molinhos até os mais sólidos. A mão esquerda fica reservada para a higiene pessoal.

 

            Carne de vaca, nem pensar.

            Grande parte da população indiana é vegetariana, e mesmo os não vegetarianos não comem carne de vaca, por ser este um animal sagrado no país.

 

            Os Hindus não comem carne bovina e muçulmanos não comem porco;

 

            Deve se comer usando somente a mão direita, visto que a mão esquerda é usada para propósitos higiénicos e portanto considerada impura. Porém, é aceitável passar pratos ou vasilhas com a mão esquerda.

 

            Tocar a comida em um prato comum, ou seja que vai ser divido para todos, pode causar que os outros evitem comê-lo.

 

            Lavar as mãos antes e depois das refeições é muito importante. Em algumas casas hindus, eles esperam que você lave sua boca também.

 

            Para alguns hindus, é um insulto um visitante agradecer pela comida após ter terminado de comer, visto que eles dizem que dizer obrigado é considerado uma forma de pagamento.

 

            Se você está bebendo água ou outra bebida num copo ou noutra vasilha que será usado por outros, nunca toque o copo ou vasilha com os seus lábios. Segure o copo um pouco acima da boca e então entorne aos poucos dentro da boca sem tocar o copo com a boca.

 

            É muito comum entre os hindus utilizarem muitos cerimoniais em sua vida diária. Por exemplo, os brâmanes (casta alta) não comem nenhum tipo de carne, e derivados como ovos e outros. Quando comem por engano ou fazem outras coisas que segundo eles os torna impuros, eles costumam fazer um ritual de purificação que, algumas vezes, consiste em beber urina de vaca (que eles dizem que é sagrada). Alguns rituais de purificação incluem cinco produtos da vaca, considerados sagrados para os hindus: leite, coalhada, gordura, urina e fezes.

 

            Um antigo costume hindu, já fora de uso, dizia que para uma mulher devota, o seu marido era literalmente um deus. Para agradar o seu marido a esposa deveria de boa vontade fazer qualquer coisa. A principal razão para ela viver era servir o seu marido e obedecer a risca todos os seus desejos. Uma esposa era para comer somente após o seu marido ter terminado e comer então no prato sujo de seu marido.

 

PROF. KIBER SITHERC

 

 

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 17:10


contador
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


contador
pesquisar
 
mais sobre mim
blogs SAPO