Esoterismo, Lendas, Mitos, Parapsicologia, Auto-Ajuda. kiber-sitherc@sapo.pt

29
Dez 10

 

            Vénus, o terno, o amante, o encantador, acha-se em queda no signo de Virgem. Deduz-se que, quando está no céu de nascimento de um indivíduo tem pouca influência.

 

            Com efeito, como se verifica na vida corrente, os nativos da Virgem não são nem ternos, nem muito tentados pelas demonstrações afectivas. Não que as não sintam, mas, levados por Mercúrio à ironia ligeira, troçam, nunca falam com gravidade. Para eles, mesmo quando o amor é um dos elementos essenciais da vida, tal não parece.

 

             Deméter não fez tudo para romper o casamento de Coré? Ela parece ter ignorado que a filha podia amar Hades! Eis o que provoca Vénus, quando presente no signo da Virgem.

 

            Com aspectos positivos indica um indivíduo asséptico, limpo, asseado, cheio de pormenores: com um “quê” de distinção.

            Tendência para a poesia. Carácter simpático, simples, de bons costumes, amor aos animais domésticos. Cálculo de sentimentos, pouco apaixonados. Espírito crítico em relação ao seu companheiro.

 

            Com aspectos negativos indica subordinação extrema. Falta de carácter. Frieza no amor. Celibato.

 

PROF. KIBER SITHERC

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 23:40


contador

contador
pesquisar
 
mais sobre mim
blogs SAPO