Esoterismo, Lendas, Mitos, Parapsicologia, Auto-Ajuda. kiber-sitherc@sapo.pt

15
Abr 11

 

            É já uma tradição no Algarve. O FIESA, é uma mega exposição de esculturas em areia que a Prosandart realiza desde 2003 em Pêra, no Algarve, e que em cada nova edição é dedicada a um tema diferente.

 

            O festival é único na Península Ibérica e é considerado o maior festival de escultura em areia do mundo, pelo tamanho das suas esculturas e pela área por elas ocupada.

 

            Todos os anos, um grupo de talentosos escultores, oriundos de várias partes do mundo e especialistas na arte de esculpir areia, junta-se para dar forma a trinta e cinco mil toneladas de areia, numa área de quinze mil metros quadrados.

 

            Este ano de 2011, o tema é Animalândia, onde os animais são representados de uma forma humorística, personificados em comportamentos humanos e homenageando personagens da ficção infantil e adulta. A preocupação em relação ao ambiente e à preservação das espécies está também patente no tema desta edição, com cenas de animais em perigo de extinção, representados no seu habitat natural.

 

            Nesta sua 9ª edição o festival abre a 15 de Abril ao público, que, pela primeira vez, pode assistir ao processo de construção de parte das esculturas até 15 de Junho.

 

            O FIESA integra ainda uma dimensão lúdica com um espaço para realização de actividades de escultura em areia, onde diariamente, adultos, jovens e crianças podem experimentar e mostrar as suas capacidades criativas nesta forma de expressão artística.

 

            Durante o dia as esculturas podem ser admiradas em todo o seu detalhe e nobreza, enquanto à noite, a iluminação transporta-nos para uma atmosfera mística, animada por espectáculos e performances.

 

            As esculturas gigantescas de areia, algumas com cerca de 10 metros de altura, ocupam uma área de 15 mil metros quadrados, tendo sido utilizadas cerca de 35 mil toneladas de areia, para dar «vida» aos trabalhos.

 

            Para concretizar as esculturas, são utilizados unicamente areia e água, elementos para proporcionar um material compacto que depois é «delicadamente» esculpido com escovas e pequenos instrumentos.

 

            Nestes projectos de grandes dimensões são utilizadas máquinas para empilhar a areia, e caixas de madeira que ajudam à sua compactação.

 

            «A construção é um trabalho minucioso feito por alguns dos melhores escultores de areia do mundo, muitos dos quais premiados nos maiores festivais internacionais desta arte», disse à Lusa Alper Alagoz, escultor turco e o criador do festival, em 2002.

 

PROF. KIBER SITHERC

 

 

 

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 16:45


contador
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


contador
pesquisar
 
mais sobre mim
blogs SAPO