Esoterismo, Lendas, Mitos, Parapsicologia, Auto-Ajuda. kiber-sitherc@sapo.pt

14
Jan 14

   

 

     “Bem-vindos a Beirais» é uma série do Canal 1 da RTP que diariamente é visto por uma média de 340 mil espetadores e que está entre os 10 programas mais vistos. Resultados que fizeram a RTP alargar os 80 episódios inicialmente previstos para 100. Vêm aí a segunda série, que volta a ter o Carvalhal como cenário. Sim, a freguesia do Carvalhal, concelho do Bombarral, é a verdadeira Beirais, aquela que muitos pensam ser uma aldeia qualquer no Minho. As paisagens envolventes foram filmadas na Lousã e as quedas de água, nas “Fisgas do Ermelo”, essas sim localizadas em de Mondim de Basto.

 

     A história do Santuário do Senhor Jesus do Carvalhal está intimamente ligada a uma lenda. Temos de olhar para a lenda, que começa em Peniche. Peniche tem um costume, ainda hoje, que se chama ‘correr a praia’, ou seja, percorrer a praia e ir à maré vazia ver o que o mar deixou! A tradição e a lenda dizem que alguém, no século XIII ou XIV, ia a ‘correr a praia’ e encontrou um caixote, com a imagem do Senhor Jesus.

 

     Na altura, recorde-se, o povo escondia as imagens por causa da perseguição, no período iconoclasta, muitas vezes deitando-as ao mar. Por respeito, deitavam as imagens ao mar dentro de qualquer caixa ou caixote. Essa pessoa que encontrou a imagem ouviu então uma voz que dizia: ‘Leva-me daqui’. Ele foi buscar um carro de bois e começa a levar a imagem, até que chegando ao Carvalhal ouve novamente a voz: ‘Deixa-me aqui’. Foi precisamente neste local onde hoje está o santuário!

 

     Outra versão da lenda diz que o caixote tornou-se tão pesado que, não podendo mais com ele, o homem foi chamar o prior que o abriu deparando com a imagem. Esta foi então recolhida e exposta à veneração pública e assim começaram os círios. O certo é que a partir desse século, em 1762, a paróquia de São Pedro passa a ser do Bom Jesus e São Pedro. A devoção rapidamente se começa a espalhar e hoje o Santuário do Senhor Jesus do Carvalhal “tem uma incidência regional muito grande, acolhendo sobretudo gente de Torres Vedras, Mafra, Lourinhã, Bombarral, Nazaré e Peniche”.

 

Santuário  Senhor do Bom Jesus do Carvalhal

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 23:07


contador

contador
pesquisar
 
mais sobre mim
blogs SAPO