Esoterismo, Lendas, Mitos, Parapsicologia, Auto-Ajuda. kiber-sitherc@sapo.pt

23
Fev 10

 

            Podem-se empregar vários recursos artificiais para poupar esforço ao hipnotizador, ou ao mesmo para preencher faculdades que lhe faltam: contemplação de espelhos circulares ou rotativos, fixação dum ponto brilhante, cheiros especiais e, sobretudo um hipnoscópio.
 
            Estes recursos podem ser usados sobre o melhor critério do praticante. Mas é claro, a sua finalidade é para completar sugestões verbais, as quais já que poderá criar a seu modo, baseando-se nas que já descrevemos em vários métodos. A prática lhe dará facilidade de palavra, de gesto e, enfim de movimento. O hipnotizador que não tenha uma vista penetrante poderá usar a voz na sugestão, com alguns métodos artificiais.
 
            Actualmente, é possível, com o auxílio de certas drogas psicofísicas ou hipnóticas, conseguir-se provocar o dormir hipnótico. Mas tal recurso não pode ser empregado por qualquer pessoa, mas só por médicos competentes e em casos raramente justificáveis.
 
             De resto, já não se pode considerar dentro do hipnotismo os narcóticos, hipnóticos ou barbitúricos, cujas reacções e manifestações são bem diferentes, embora aparentemente se pareçam às hipnóticas. Mas são de acção mais fisiológicas do que psíquica. Contudo a ligação dessas duas reacções tão diferentes mas aparentemente tão parecidas, merece um estudo especial do médico.  
 
PROF. KIBER SITHERC
 
 
  

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 21:59

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
favoritos

A ORIGEM DO RISO

mais sobre mim
blogs SAPO