Esoterismo, Lendas, Mitos, Parapsicologia, Auto-Ajuda. kiber-sitherc@sapo.pt

30
Mar 10

 

                Os corpos desaparecidos no mar, jamais serão encontrados. Transformar-se-ão em Nhamussoros!

 

            Existem várias lendas que em Inhambane, Moçambique, quando alguém desaparece no mar, não morre, fica uma espécie de morto vivo nas profundezas das águas e reaparece muitos anos depois talvez respondendo a um chamamento espiritual de algum médium, ou vulgo curandeiro.


            Segundo reza uma história, em Inhambane para os lados de Chicuque, há muitos anos atrás, apregoou-se a vinda de um Nhamussoro. Tendo chegado aos ouvidos de jornalistas, estes quiseram ir ao local do eventual aparecimento para comprovar tal aparição.


            Entretanto, os ditos curandeiros avisaram que Nhamussoro, não poderia estar na presença do homem branco pelo que os jornalistas teriam de encontrar uma forma de não serem vistos. Assim foi, os jornalistas esconderam-se bem disfarçados à espera da sua aparição. Chegado o dia, juntou-se a população no local e entre os sons dos batuques, iam dançando e entoando canções chamando o dito espírito.

 

            De repente, junto à praia, começa um vulto que vai se transformando maior à medida que vem caminhando para a população.

            Era a figura de um homem cheio de crostas e algas agarradas no seu corpo como que um navio afundado submergindo.


            Conta-se que os jornalistas irrequietos, terão saído dos seus lugares de máquinas fotográficas em punho quando viram o Nhamussoro. Este claro, apercebendo-se dos brancos, mergulhou imediatamente e nunca mais voltou a aparecer.


            Várias pessoas locais contam esta história. Que a ouviram através do filho do farmacêutico… ter escutado da boca do Chefe dos Correios…

 

PROF. KIBER SITHERC

 

 

 

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 22:44

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
favoritos

A ORIGEM DO RISO

mais sobre mim
blogs SAPO