Esoterismo, Lendas, Mitos, Parapsicologia, Auto-Ajuda. kiber-sitherc@sapo.pt

05
Abr 10

 

                Na Capela da Senhora da Guia, em Belinho, Esposende (Minho), existia um lampião de azeite, voltado a ocidente, que servia de farol aos navegantes que passavam ao largo da costa. Actualmente esse ponto de orientação tornou-se obsoleto, embora o topónimo se mantenha.


            A tradição oral atribui ao Monte da Senhora da Guia a duas lendas curiosas.

            Numa delas se explica a existência das imagens da Santa, uma vez que durante as invasões bárbaras e mais tarde muçulmanas este monte teria servido de refúgio às populações, que teriam trazido para sua protecção uma imagem de Nossa Senhora da Guia. Essa imagem teria sido resguardada num dos nichos das fragas… já na actualidade, por meados da década de 1970, a capela foi edificada, criando melhores condições de culto.


            Mas uma outra lenda marca também este local.

            Diz ainda a tradição oral que, na gruta do Monte Jóia, também conhecido por Monte Cabreiro, teria vivido um monge, no século XIX. Esse monge habitaria a gruta durante o verão, indo para Lisboa a vender cautelas de lotaria durante o Inverno… a gruta em causa é uma cavidade natural talhada na rocha, cuja entrada se encontra junto de um enorme penedo nas proximidades da Capela. A entrada é estreita e no interior podem-se observar três imagens de Nossa Senhora.

 

PROF. KIBER SITHERC 

 

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 22:53

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
favoritos

A ORIGEM DO RISO

mais sobre mim
blogs SAPO