Esoterismo, Lendas, Mitos, Parapsicologia, Auto-Ajuda. kiber-sitherc@sapo.pt

20
Abr 10

 

                Esta lenda é originária da Índia.

            Sentados à beira do rio, dois pescadores seguravam as suas canas de pesca à espera de um peixe. De repente ouvem gritos de crianças que paralisam o silêncio. Ambos se assustam, olham em frente, olham para trás. Os gritos continuam e nada vêm. Observam então que a correnteza trazia duas crianças, pedindo socorro.  

 

             Os pescadores saltam para a água. Só conseguem salvá-las à custa de grande esforço.   Ouvem mais gritos quando estão prestes a sair do rio. Notam mais quatro crianças debatendo-se, tentando salvar as suas vidas.

 

             Só conseguem resgatar duas e sentem, além do cansaço a frustração pela perda. Não refeitos, ofegantes, exaustos, escutam uma gritaria ainda muito maior. Desta vez,   oito pequenos seres vêm sendo trazidos pela correnteza.

 

            Um salta,   o outro pescador vira-se e ruma à estrada que acompanha a subida do rio.   O amigo grita:

            - Você enlouqueceu, não vai me ajudar?

            Sem parar o passo, o outro responde:

            - Tente fazer o que puder. Vou tentar descobrir quem está lançando as crianças no rio.

 

PROF. KIBER SITHERC

 

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 14:41

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
favoritos

A ORIGEM DO RISO

mais sobre mim
blogs SAPO