Esoterismo, Lendas, Mitos, Parapsicologia, Auto-Ajuda. kiber-sitherc@sapo.pt

15
Jan 11

 

            Na Índia, as tradições são sagradas e ai quem tente transgredi-las!

 

            A actriz e modelo britânica Elizabeth Hurley e seu marido, o milionário indiano Arun Nayar, foram ameaçados de serem condenados a três anos de prisão por violação de tradições hindus durante o seu casamento no em 2007, em Mumbai. Eles foram acusados de apresentarem "comportamento alcoolizado", de se beijarem e de entrarem em um templo com sapatos.

 

            Elizabeth Hurley, de 41 anos, se casou na Inglaterra e depois na Índia.

            O jurista Vishnu Khandelwa, que afirmou não conhecer o casal, acusou Hurley e Nayar de violar antigas tradições indianas. Também afirmou que o pai de Arun, Vinod Nayar, ofereceu-se às testemunhas contra o filho e a nora.

 

            Segundo Nayar pai, ele e sua segunda mulher Joanne se sentiram "cidadãos de segunda categoria" na cerimónia do casamento.

 

            Khandelwa informou também que as fotos tiradas para a revista de celebridades "Hello!" durante a boda serão utilizadas como evidência contra o casal.

 

            "Vamos enviar um pedido de prisão a Arun e Liz tão logo quanto a promotoria justifique o nosso caso", declarou o jurista.

 

            "Nós na Índia temos nossas próprias crenças religiosas, que indicam que o noivo e a noiva devem se comportam sobriamente e os dois estavam alcoolizados. As fotos da 'Hello!' mostram os dois se beijando, o que vai contra nossas tradições", acrescentou.

 

            O casal também foi acusado de não tirar os sapatos dentro dos templos indianos. "Quando oramos temos que tirar o calçado porque rezamos para Deus. Nossa intenção é demonstrar que a cerimónia adoptada pelo casal esteve contra as leis e os rituais indianos", concluiu o jurista.

 

            Hurley e Nayar se casaram primeiro na Inglaterra, antes de viajar para a Índia para uma segunda cerimónia religiosa nesse país.

 

PROF. KIBER SITHERC 

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 18:11

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
pesquisar
 
favoritos

A ORIGEM DO RISO

mais sobre mim
blogs SAPO