Esoterismo, Lendas, Mitos, Parapsicologia, Auto-Ajuda. kiber-sitherc@sapo.pt

03
Jan 10

 

           No Porto Santo, o apóstolo S. Pedro, começou a ser mais venerado pelos seus habitantes especialmente pelos homens do mar, a partir, do Séc. XVI. A sua imagem, a primeira a surgir na Ilha e que ainda hoje permanece no culto dos fiéis, está envolvida numa lenda.
 
            Conta-se que o pescador, o barqueiro carreireiro e o lavrador eram favorecidos pelo Santo. A fé no S. Pedro tem-se mantido e, ainda hoje, lhe fazem promessas nas horas de aflição. O culto é prestado na capela com o mesmo nome, localizado no sopé do Pico Ana Ferreira, bastante desviada do mar, mas visível a tais mareantes. Este tempo primitivo, desconhecendo-se o ano da sua fundação a quem a custeou.
 
            A lenda que envolveu a imagem, que se encontra na capela, ainda hoje é contada pelas pessoas mais velhas, passando de geração em geração.
 
            Reza a lenda que, há muito tempo atrás, um pastor que andava a pastorear o seu gado nas proximidades do Ribeiro da Quebrada, mesmo por cima da Capela de S. Pedro, foi beber água, a uma nascente que ali havia e encontrou a imagem do Santo. Logo correu a dar a notícia que a imagem foi levada em procissão para a Igreja Matriz.
 
            No entanto, a imagem, como que milagrosamente, veio a aparecer no mesmo Ribeiro. Até que por fim, foi tomada a decisão de fazer a Capela no local mais abaixo da aparição, onde actualmente se encontra, ficando a imagem neste Templo. A Capela não ficou no lugar exacto da aparição, por causa das chuvas e da erosão, que ali se faziam sentir.

            A tradição diz ainda que, numas vezes, a imagem aparecia de costas para a porta, e outras ocasiões, de costas para o altar.
PROF. KIBER SITHERC 
 
 
 

 

 

kiber-sitherc@sapo.pt
publicado por professorkibersitherc às 16:52

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

pesquisar
 
favoritos

A ORIGEM DO RISO

mais sobre mim
blogs SAPO